Postos Galo

Bem-vindo aos Postos Galo

Carro rebocado: o que fazer?


Postado por: Postos Galo em 19.11.2013
Publicado em: | Com as tags: guincho carro rebocado |
Carro rebocado: o que fazer?

Não encontrar o carro no lugar onde estacionou tem sido uma rotina para muitos motoristas das principais capitais do país. O carro foi roubado? Não. Uma placa com a frase "Seu veículo foi guinchado" é colocada no lugar onde o automóvel estava.

O que fazer?

O Código de Trânsito Brasileiro determina que "o veículo apreendido em decorrência de penalidade aplicada será recolhido ao depósito e nele permanecerá sob custódia e responsabilidade do órgão ou entidade apreendedora, com ônus para o seu proprietário, pelo prazo de até trinta dias. A restituição dos veículos apreendidos só ocorrerá mediante o prévio pagamento das multas impostas, taxas e despesas com remoção e estada, além de outros encargos previstos na legislação específica. A retirada dos veículos apreendidos é condicionada, ainda, ao reparo de qualquer componente ou equipamento obrigatório que não esteja em perfeito estado de funcionamento".

Para recuperar o veículo, o proprietário ou seu representante legal deverá dirigir-se ao órgão competente e apresentar o Certificado de Registro de Licenciamento do Veículo (CRLV) atualizado mais cópia simples, o RG do requerente mais cópia simples, e a carteira da habilitação (caso o proprietário não possua habilitação, deverá ser acompanhado por indivíduo habilitado). Também deverá efetuar o pagamento de multas pendentes e IPVA.

O dono deverá ainda pagar a multa pelo guinchamento e a diária da estadia no pátio. Se o veículo for financiado e ainda estiver em nome de instituição financeira, deverá ser apresentado cópia autenticada do contrato de financiamento. Caso o veículo tenha sido comprado por outra pessoa e ainda não tenha sido transferido junto ao Detran, o comprador poderá apresentar o Recibo de Compra do Veículo (CRV) devidamente preenchido, datado e com firma do vendedor reconhecida em Cartório.

Se o veículo estiver registrado em nome de pessoa jurídica, deverá ser apresentada a cópia autenticada do contrato social da empresa e além de suas alterações contratuais que indique o nome das pessoas com poderes para a retirada do mesmo.

Se o dono do carro rebocado não aparecer dentro de 90 dias, o veículo vai a leilão.

Fonte: G1
 

blog comments powered by Disqus