Postos Galo

Bem-vindo aos Postos Galo

Como valorizar o seu carro usado na hora da venda


Postado por: Postos Galo em 13.03.2013
Como valorizar o seu carro usado na hora da venda

Alguns especialistas dizem que a troca ou revenda de um carro usado deve acontecer antes dos 100 mil km. Outros afirmam ser mau negócio vender um modelo com menos de dois anos, porque a desvalorização é mais intensa nesse período. O importante é ponderar o custo/benefício e sempre ter em mente que, uma vez fora da concessionária, o preço do automóvel só cairá.

Porém, se você decidiu colocar o veículo à venda, saiba que nem tudo é negativo nessa conta. Pequenos detalhes podem fazer o seu carro se destacar entre os concorrentes e até aumentar o valor final. Beleza importa: Riscos no para-choque ou na capa dos retrovisores externos podem ser motivo de barganha para quem está à procura de um usado. Estofados também merecem atenção especial.

Fazer uma revisão completa na oficina mecânica, antes de colocar o automóvel à venda, é essencial para evitar futuras dores de cabeça. Dê atenção especial a catalisadores, escapamentos e bicos injetores. Atenção aos acessórios! No geral, acessórios que vêm de fábrica, como ar-condicionado, direção hidráulica e vidro elétrico, ajudam a elevar o valor de revenda do acessório. Entretanto, assim como o automóvel, os acessórios também sofrem com a depreciação. Nesse caso, não dá para simplesmente “somar” o valor que você pagou pelo pacote de acessórios ao preço do veículo atual. Seja coerente.

Ter os documentos em dia é fundamental. Esse é mais um item que nenhum comprador quer ter dor de cabeça! Na hora de vender, é muito importante deixar claro para o cliente que o seu carro está dentro da lei. Se o automóvel foi parcelado, comprove que todas as prestações foram pagas, além de mostrar que não há nenhuma multa pendente no Detran. Mantenha também o Manual do Proprietário, assim o futuro dono terá acesso a todas as informações importantes do carro e poderá comprovar que as revisões periódicas foram feitas em dia.

Com informações do blog "De carona com elas Petrobrás".

blog comments powered by Disqus