Postos Galo

Bem-vindo aos Postos Galo

Como não ser enganado por mecânicos desonestos?


Postado por: Postos Galo em 19.03.2013
Como não ser enganado por mecânicos desonestos?

A propaganda boca a boca é a mais acertada, quando se trata de levar o carro para consertar em alguma oficina mecânica. A regra básica é perguntar ou pedir orientação para os amigos e familiares, onde encontrar mecânicos honestos. Procurar recomendações na internet através de sites e fóruns, ajuda na busca acertada. De preferência para as oficinas independentes, que se baseiam em relacionamento de longo prazo com o cliente e podem manter um histórico mais preciso e detalhado da manutenção do veículo.

Avalie sempre a oficina. Perceba se o espaço é limpo e organizado e tem volume de serviço. Se o piso estiver limpo e a organização for agradável, há boas chances de que seja uma oficina confiável. Converse com o mecânico: se possível converse com os caras que vão meter a mão na graxa. Perceba a experiência e o conhecimento que eles têm sobre o seu carro. Alguns mecânicos mais velhos podem ser especialistas em clássicos ou modelos antigos, mas não são muito bons para trabalhar com diagnóstico eletrônico do BMW Série 5 do ano passado.

Agora a dica mais importante: nunca peça para um mecânico fazer o que for preciso. Esta é a senha para ser roubado, e essa frase jamais deve ser pronunciada na presença de um mecânico desconhecido. Você precisa controlar e acompanhar de perto o que está sendo feito no seu carro, e quanto você pagará por isso. Não permita nem aceite qualquer serviço oferecido além daquele pelo qual você procurou a oficina. Legalmente você não tem a obrigação de pagar por serviços não autorizados previamente. Por isso peça um orçamento por escrito e pergunte ao técnico/mecânico como tudo aquilo vai resolver os problemas do seu carro. Se tudo parecer lógico e convincente, assine a ordem de serviço autorizando apenas a execução do que está ali descrito. Obviamente imprevistos podem acontecer, mas a conta final não pode passar de 10% acima do valor orçado.

Se você pula de mecânico em mecânico, é melhor guardar as ordens de serviço para manter um histórico de manutenção de seu carro. Como você não tem uma única oficina fazendo isso por você, é preciso fazer por conta própria. Vale o esforço. Sabe por que as oficinas inescrupulosas logram os clientes leigos? Porque é fácil demais. Se uma oficina diz que o diagnóstico apontou código de erro G7: sensor de protocolo TCP/IP helicoidal aureolar e que será preciso comprar um platinado hidráulico viscoso de R$ 850 — e você paga por isso — você merece ser extorquido. Antes de confirmar qualquer coisa ou assinar a ordem de serviço, pergunte ao mecânico o que significa tudo aquilo e peça para ele explicar de um jeito fácil de entender, em bom português. Mesmo com tudo esclarecido, diga que você vai pensar antes de executar o serviço e procure uma segunda opinião.

Com informações do blog Jalopnik

blog comments powered by Disqus