Postos Galo

Bem-vindo aos Postos Galo

Mesmo “escondido” no porta-malas, o pneu reserva deve ser revisado periodicamente


Postado por: Posto Galo em 24.01.2013
Publicado em: | Com as tags: dicas carros estepe |
 Mesmo “escondido” no porta-malas, o pneu reserva deve ser revisado periodicamente

Faz quanto tempo que você não confere o estado do estepe do seu carro? Se a sua resposta foi “nem imagino” ou “nossa, até esqueci que meu carro tinha um estepe” é melhor ligar o sinal de alerta! Especialistas costumam dizer que os pneus são, depois do motor, a peça mais importante do veículo – e o pneu reserva também deve fazer parte da rotina de manutenção. Para não ser pega de surpresa com um estepe em mau estado, confira as dicas a seguir.

1. Mantenha o estepe sempre calibrado e balanceado. Ele deve ter cinco libras a mais que os pneus que estão em uso. Caso você precise usá-lo e ele estiver um pouco murcho, especialistas recomendam colocá-lo na parte traseira.

2. Verifique se a banda de rodagem é simétrica. Isso significa que, ao traçar uma “linha imaginária” no meio do pneu, a borracha deve ter o mesmo desenho de ambos os lados.

3. Atenção também ao prazo de validade! A vida útil de um pneu é de cinco anos. A data vem estampada na sua parte lateral.

Equipamentos e ferramentas

Além de manter o estepe em bom estado, é importante verificar (e levar sempre no carro) os seguintes itens:

- Triângulo: é usado para avisar aos outros motoristas que um carro parado na pista está com problemas. Posicione-o sempre a uma distância mínima de 50 metros.

- Macaco: indispensável para efetuar a troca do pneu. Quando precisar utilizá-lo, tenha atenção redobrada, um macaco mal colocado pode causar estragos na lataria do carro e até acidentes. O passo a passo encontra-se no manual do proprietário.

- Chave de roda: escolha o modelo cruzeta, que permite o uso dos pés para ajudar a soltar os parafusos das rodas.

Cadê o estepe que estava aqui?

O roubo dos pneus reservas tornou-se um delito cada vez mais comum nas grandes cidades. Para evitar esse transtorno, procure parar o carro em estacionamentos com uma bandeira conhecida. E, ao entregar o carro para o manobrista, mostre a ele onde o estepe se encontra e verifique na volta. Na rua, procure deixar o automóvel em vias bem iluminadas e movimentadas.

Estepe temporário

Carros mais novos, como o Honda Civic e o New Fiesta apresentam um modelo de estepe um tanto diferente. Mais finos que os normais, com o pneu reserva em uso deve-se dirigir, no máximo, a 80 km/h. Isso porque, com ele, a estabilidade fica comprometida. Também é recomendável aumentar a distância do carro à frente e fazer curvas em velocidade bem abaixo da habitual. Ou seja, funciona como um item de emergência, que leva você com segurança até o próximo borracheiro.

Fonte:http://mdemulher.abril.com.br/

blog comments powered by Disqus